Ideias

Las Vegas – Aluguel de Carro e Check in Hotel

Nossa primeira ‘missão’ da viagem era pegar o carro que alugamos. Isso em Las Vegas foi mais complicado que imaginamos, andamos um pouco aleatoriamente, fomos até o prédio de garagens que havia em frente, que é apenas um estacionamento, até acharmos uma plaquinha que indicava um ponto de ônibus e que dizia Rent’Car.

Na placa de ônibus não tinha ninguém no local, não tinha informações de horário, e enquanto eu fiquei lá fora, Cássio foi lá dentro achar alguma pessoa pra perguntar se estávamos esperando no local certo e se teria transporte naquele horário. Ele não achou ninguém, mas chegaram mais pessoas e se posicionaram no local, então devia acontecer alguma coisa. Finalmente o ônibus chegou, o motorista ajudou todo mundo a organizar as malas e seguimos por alguns minutos até o local onde retiraríamos o carro. A garagem de carros não é ao lado ou em frente ao aeroporto, ela fica num prédio auxiliar, onde não é possível chegar a pé.

Viajar para os EUA, um local que tem uma cultura bem diferente da nossa, nos coloca em situações que precisamos pensar em como agir. Questionei com o Cássio qual o valor de gorjeta que deveríamos dar pra aquele caso, (90% do serviço de mão de obra nos EUA é retribuído com gorjetas). Ele sugeriu que observássemos quanto cada pessoa daria. Pra nossa surpresa, ninguém deu gorjeta, a descida é rápida e acabei ficando sem reação. Passou dessa vez.

O local de aluguel de carros é bem estruturado, tem muitas placas e informativos indicando o local que devemos ir. E todas as empresas tem um espaço bem delimitado.

Mais uma vez alugamos pela AVIS, fomos até o balcão, o atendente, como sempre, ofereceu um monte de coisas não precisa, ofereceu também upgrade de carro, carros luxuosos e depois de muitos “Nãos” ele emitiu nosso contrato.

É sempre bom ler o contrato e ter certeza que os itens que você já contratou estão elencados no contrato. Dessa vez contratamos Motorista adicional, porque a Carol ia dirigir comigo também e isso não constava no contrato, falamos com o atendente que trocou os dados e nos informou que o novo motorista precisava ir até o balcão para apresentar os documentos.

Tem WiFi no salão, mandei algumas mensagens avisando que chegamos bem e explicando pra Carol onde estávamos, ela avisou que o voo estava atrasado e que iam demorar um pouco mais. Sentamos e ficamos meio acordados, meio cochilando na cadeira. Sorte que ainda era onze horas no horário local e teríamos horas de sono pela frente.

Las Vegas no quesito transporte é bem democrática também: quem quer ficar sem carro fica, quem quer alugar usa com facilidade. Como nosso roteiro incluía viajar pro Grand Canyon e queríamos liberdade pra ir pra qualquer lugar, decidimos por um carro compacto (tipo um Civic) que não fosse muito grande, nem muito pequeno. Percebemos depois que pra 4 pessoas, com malas, esse é um carro bem pequeno. =P

Quando todo mundo chegou, cumprimos a burocracia da empresa de aluguel de carro, escolhemos um na garagem, pegamos um Atima da Hyundai, colocamos as coisas no porta malas, ligamos o Google Maps e seguimos para o hotel. Mais uma vez, não tínhamos GPS e tudo era feito mentalmente pelos meninos pra chegarmos no destino.

A chegada no hotel é outra aventura, em Las Vegas todos os estacionamentos são GIGANTES e gratuitos. Não tem muita regra, não tem impedimentos. Se tiver vaga, pode parar. Mas como era nossa primeira parada, surge aquela duvida, se é pago, se não é, se pode parar, se não pode. Demos algumas voltas, entrei em alguns locais errados e finalmente achamos um local pra parar.

E lá vem a luta de descer com todas as malas, bolsas, sacolas, mochilas e papagaios pra ir pro hotel. Eu e o Cássio estávamos com uma mochila cada e uma mala grande pros dois. Mas Carol e Renato que vinham de outra viagem estavam com bastante bagagem e saímos empilhados do carro.

Carregar malas em carpete é algo que devia ser título de maratona. “Maior peso e quantidade nos 500m de carpete fofo”. Hahaha

Fizemos check in, que foi bem rápido e nos dirigimos pros quartos. Carol e Cássio que ficaram encarregados do check in, não lembraram de pedir quartos próximos e nem fizeram check in juntos, então fomos parar cada um em uma torre de apartamentos o que dificultou um tico nosso dinâmica.

Estávamos todos famintos e combinamos de deixar as malas no quarto, dar uma ajeitada na face e descer pra irmos comer algo. Pelo tardar da hora escolhemos comer no saguão mesmo, que sempre tem algumas opções de comida. Fomos de sanduicheria  com carinha de anos 60, que estava lotada de gente pós festa. Cada casal dividiu um sanduíche e uma bebida e subimos pra dormir e organizar as coisas. No outro dia combinamos as nove da manhã no salão.

Sobre o hotel, ficamos no Excalibur, apesar de não ter lido coisas muito boas sobre ele na internet, achei super digno e confortável. Quartos grandes, com duas camas cada um, lençol macio e muitos travesseiros fofos. O banheiro é enorme e bem limpo e confortável. No box não tem aquelas cortinas ‘nojentinhas que grudam na perna durante o banho’. E mesmo sendo encarpetado, não tem cheiro de velho, nem de guardado.

A decoração dele é ok, tem suas características de castelo, mas não é chique. O saguão é cheio de máquinas de jogos e tudo é meio caótico e muito iluminado, mas tem um cheirinho bem gostoso e aconchegante. Como é permitido fumar no saguão se não fosse o cheirinho, seria insuportável!

Tomamos um banho bem quente (ahhh melhor parte de banho de hotel) e cama!

Nosso quarto era voltado para os fundos do hotel. A vista não era das mais bonitas (via-se os quartos e telhados e estruturas do hotel), mas pelo menos da janela era possível ver o sol nascer e não tínhamos problemas com barulho.

…continua…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s